Petroleiros do TECAM ameaçam parar contra o golpe nos terceirizados

05 Mar 2018
85 times

No último boletim, denunciamos a intenção da Transpetro em dispensar seus trabalhadores do contrato da HOPE e “subcontratá-los” com rebaixamento de salário e exclusão do adicional de periculosidade.
Aconteceu justamente o que era esperado. No dia 01/03, já estavam em casa recebendo ou aguardando um possível e-mail com a proposta.
Todos os que receberam tal comunicado, relatam que houve um rebaixamento de até 65% da remuneração global, o que nos dá a certeza de que a alta administração da empresa, não possui nenhum respeito ou compromisso com a força de trabalho.
Alguns trabalhadores próprios, companheiros de departamento destes, estavam desolados ao final do dia 28/02, pois não têm a mínima ideia do que irá acontecer.
Os trabalhadores próprios estão decepcionados com a atual gestão da Transpetro. “Estou com vergonha de trabalhar nesta empresa que já tive um orgulho e empenho imenso em participar do seu progresso”, declarou um dos petroleiros do TECAM em conversa com a direção do Sindicato.
Outros até choraram juntos com os trabalhadores dispensados e garantiram que se os novos, sem expertise na rotina do terminal entrarem, vão cruzar os braços até parar o trabalho. Pois o que está acontecendo é uma irresponsabilidade dos altos executivos da Transpetro.
Vale lembrar que a Subsidiária é uma das empresas mais lucrativas e enxutas do sistema Petrobrás, o qual não se justifica o que fizeram com os trabalhadores.
Segundo o Diretor do Sindipetro Caxias, Paulo Cardoso, esses contratos rebaixados trarão prejuízos à companhia, bem como transtornos para os trabalhadores próprios, que já são poucos e contavam com a competência e o compromisso dos contratados. Além de colocar os Gestores do terminal em um iminente colapso laboral.
É importante ressaltar que desde que a onda de demissões começou no sistema Petrobrás nada funciona direito, pois quem ficou está sobrecarregado de trabalho e desmotivado com a atual ideologia de sucateamento da força de trabalho.
A direção do Sindicato vai lutar pela dignidade destes trabalhadores e está preparando ações contundentes contra este absurdo de gestão, e pede para aqueles que, por ventura aceitarem as novas condições, que continuem conosco para iniciarmos uma luta nunca vista no terminal.
“Quem quer paz, se prepara pra guerra”

Rate this item
(0 votes)
Sindipetro Caxias

Desenvolvedor Web do Sindicato dos Petroleiros de Duque de Caxias

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Sindicato dos Trabalhadores na
Indústria e Destilação de
Petróleo de Duque de Caxias
Inaugurado em 26/03/1962