Informes

Opman do O&M vira operador coringa Featured

14 Nov 2017
29 times

Conforme o estudo de O&M (Organização de Mentiras), apresentado pela Petrobrás para justificar a redução de efetivo, criou-se a figura do Opman – Operador de Manutenção em Regime Administrativo, que tinha como atribuição fazer rotinas que seriam retiradas do Regime de Turno.
Ocorre que a refinaria não treinou os Operadores de Manutenção, manteve os adicionais de Regime de Turno, e agora começou a utilizar estes operadores como efetivo do Número Mínimo das unidades operacionais.
Esta atitude de usar o Opman para contar como Número Mínimo de Segurança demonstra a falta de efetivo das unidades.
O Sindicato recebeu denúncia que existe uma orientação gerencial para que o Opman vire um operador “coringa” que servirá apenas para cobrir falta de efetivo, sendo abandonadas todas as premissas do estudo.
Outro fato que contraria o O&M é a redução unilateral, sem nenhum estudo, do número mínimo das unidades HDT e HDS, feitas por Whatsapp gerencial. Outra situação esdruxula é o operador contar como Número Mínimo de Segurança em duas unidades ao mesmo tempo. Como na U-1710/1790, onde inventaram o operador “poli”, um operador que vale por dois.
O Sindicato solicita:
1.Treinamento do Operador de Manutenção
2.Implantação do Operador de Manutenção em Regime Administrativo
3.Proibição do Operador de Manutenção em trabalhar em Regime de Turno
4.Fim do operador “poli”, pois não se pode contar com um operador em dois locais diferentes ao mesmo tempo
5.Manutenção do Número Mínimo de Segurança no HDT e HDS

Rate this item
(0 votes)
Sindipetro Caxias

Desenvolvedor Web do Sindicato dos Petroleiros de Duque de Caxias

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Sindicato dos Trabalhadores na
Indústria e Destilação de
Petróleo de Duque de Caxias
Inaugurado em 26/03/1962

Itens Populares