ACT 2017: Avanços da proposta negociada

18 Dec 2017
280 times

Sem acordo, vale a lei. E a nova lei da contrarreforma trabalhista não tem sequer discussão sobre demissão. O nosso ACT, analisado minuciosamente, existe uma proteção à lei.
A oposição à FUP, ficou sem esta cláusula e os trabalhadores dos 5 sindicatos estarão descobertos. A empresa pode demitir e não precisa sequer comunicar ao sindicato. Já nos 13 sindicatos da FUP, para a empresa demitir, antes terá que discutir com o sindicato.
O acordo da FUP é diferente dos 5 sindicatos. Estes sindicatos abandonaram a negociação e a FUP avançou. E não é só isso, avançou no Beneficio Farmácia que terá um GT para definir a modelagem. Avançou na manutenção da data base e sua retroatividade. Avançou no SMS, que agora será assinado também pelo gerente executivo da pasta, para dar mais agilidade às demandas. Houve mudanças na modelagem do Auxílio Almoço, que volta a cumprir o seu objetivo de apoio a alimentação. Neste modelo, os trabalhadores Regimes Administrativos de bases que recebem comida in natura subsidiada receberão um cartão de R$ 175,00 mês. A modalidade de Auxilio Almoço em dinheiro acaba e passa a valer somente o cartão. Ressaltando que houve no cartão um reajuste de 4,51% além de um valor monetário de R$ 175,00.
Além disso, qualquer trabalhador de Regime Administrativo em qualquer unidade poderá optar pela redução de um dia na jornada semanal com redução de 20% do salário. Sobre a redução ainda haverá um GT para discutir melhorias na regra.
No Benefício Farmácia muda a modelagem e deixa de ser mutualista e passa a co-participação. O trabalhador só usa quando for necessário. Acabou o pagamento mensal. O regramento para essa nova modelagem será em 2018 e antes disso ocorrer a FUP vai participar da construção do regramento. A implantação foi postergado de 1/02 para 1/05, possibilitando mais tempo para negociar o regramento.
A AMS terá uma parcela extra em novembro, sendo criada duas novas faixas para os maiores salários contribuírem mais. Com isso, garantimos sustentabilidade ao nosso plano de saúde. O ACT vale pra todo o sistema, por 2 anos e com a garantia do IPCA em 2018 para reajustar todas cláusulas econômicas. Diante de uma conjuntura desfavorável devido o golpe em curso no país, a FUP e seus Sindicatos conseguiram manter os direitos e benefícios dos petroleiros do Sistema Petrobrás. Agora é fazer o debate e aprovar o ACT 2017-2019.

Clique aqui para ler as Minutas da Minuta ACT Petrobrás de 15/12/2017 e da Minuta ACT Transpetro de 15/12/2017

 

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Destilação e Refinação de Petróleo de Duque de Caxias - CNPJ: 29.392.297/0001-60 Reconhecido em 26 de Março de 1962 - Rua José de Alvarenga, 553 -Duque de Caxias/RJ -CEP.25.020-140
Tel.: 3774-4083 / 3848-0362 / 3848-0468 / 2672-1623 - This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. | This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Pelo presente edital, conforme Artigo 29 do Estatuto do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Destilação e Refinação de Petróleo de Duque de Caxias, situado na Rua José de Alvarenga, 553/Centro, o Presidente convoca todos os associados que compõem a base de representação do Sindipetro Caxias, Reduc, Terminal de Campos Elíseos, UTE-GLB, ECOMP-Arapeí a comparecerem à assembleia conforme tabelas em anexo, para tratar o seguinte ponto de pauta:
1) Aprovação da proposta de apresentada em 15/12/2017;
2) Manutenção de Assembleia Permanente e Estado de Greve contra a Privatização do Sistema Petrobrás.

Rate this item
(0 votes)
Sindipetro Caxias

Desenvolvedor Web do Sindicato dos Petroleiros de Duque de Caxias

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Sindicato dos Trabalhadores na
Indústria e Destilação de
Petróleo de Duque de Caxias
Inaugurado em 26/03/1962

Itens Populares