Sindipetro Caxias na luta contra o equacionamento

Em mais uma tentativa de barrar o equacionamento do Plano Petros 1 da forma que está sendo conduzida, o Jurídico do Sindipetro Caxias esteve na última quinta-feira, 10, no Gabinete do Desembargador Murilo Kieling, da 23ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, e destacou a grande dificuldade e desrespeito aos direitos dos Participantes da Petros, vez que estão sendo compelidos a pagar valores que sequer foram apurados por uma auditoria externa.
A advogada Danielle Motta, destacou também que uma vez afastada a liminar concedida aos trabalhadores pela 5º Vara Cível de Duque de Caxias, tornou impraticável para os participantes a manutenção no plano de previdência que teve um aumento de mais de 200%. Além disso, foi apresentado que os trabalhadores querem a continuidade do Fundo de Pensão, porém a forma do equacionamento é violadora e impraticável.
Relembrando, que a Fundação Petros entrou com o pedido de Agravo de Instrumento para cassar a Liminar ganha pelo Sindipetro Caxias, que garantia suspensão da cobrança do Equacionamento do PP-1. A Liminar foi cassada sem ser dado vista ao Sindicato para se manifestar no processo.
O próximo passo é aguardar nova manifestação do desembargador sobre o Agravo Interno contra a retirada da Liminar, apresentado pela assessoria do Sindipetro Caxias. Assim que a assessoria jurídica do Sindicato obtiver novas informações, os trabalhadores serão comunicados. Outras dúvidas devem ser encaminhadas via e-mail para juríThis email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Rate this item
(0 votes)
Sindipetro Caxias

Desenvolvedor Web do Sindicato dos Petroleiros de Duque de Caxias

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Sindicato dos Trabalhadores na
Indústria e Destilação de
Petróleo de Duque de Caxias
Inaugurado em 26/03/1962