Sindipetro Caxias na luta contra o equacionamento do PP-1

Em mais uma tentativa de barrar o equacionamento do Plano Petros 1 da forma que está sendo conduzida, o Jurídico do Sindipetro Caxias esteve no dia 11 de maio, no Gabinete do Desembargador Murilo Kieling, da 23ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, e destacou a grande dificuldade e desrespeito aos direitos dos Participantes da Petros, vez que estão sendo compelidos a pagar valores que sequer foram apurados por uma auditoria externa.
A advogada Danielle Motta, destacou também que uma vez afastada a liminar concedida aos trabalhadores pela 5º Vara Cível de Duque de Caxias, tornou impraticável para os participantes a manutenção no plano de previdência que teve um aumento de mais de 165%. Além disso, foi apresentado que os trabalhadores querem a continuidade do Fundo de Pensão, porém a forma do equacionamento é violadora e impraticável.
Relembrando, que a Fundação Petros entrou com o pedido de Agravo de Instrumento para cassar a Liminar ganha pelo Sindipetro Caxias, que garantia suspensão da cobrança do Equacionamento do PP-1. A Liminar foi cassada sem ser dado vista ao Sindicato para se manifestar no processo.
O próximo passo é aguardar nova manifestação do desembargador sobre o Agravo Interno contra a retirada da Liminar, apresentado pela assessoria do Sindipetro Caxias. Considerando que segundo a Lei processual o Desembargador, após receber o agravo interno, tem 15 dias úteis para o seu julgamento. Acredita-se que ainda nesta semana seja marcada a pauta de julgamento do recurso do sindicato.

Rate this item
(0 votes)
Sindipetro Caxias

Desenvolvedor Web do Sindicato dos Petroleiros de Duque de Caxias

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Sindicato dos Trabalhadores na
Indústria e Destilação de
Petróleo de Duque de Caxias
Inaugurado em 26/03/1962