PCR: vem aí mais um golpe

Reforma trabalhista entra em vigor na Petrobrás com o novo Plano de Cargos. O acordo será individual e de forma “voluntária”. Além disso, a empresa oferecerá uma cenoura como isca.

Contrariando a própria legislação e passando por cima do Acordo Coletivo de Trabalho, a gerência da Petrobrás iniciará esta semana negociação individual onde oferece recompensa em dinheiro para quem fechar negócio e aceitar o novo PCR – Plano de Carreira e Remuneração que tem a intensão de substituir o atual PCAC - Plano de Classificação e Avaliação de Cargos.
Como já diz o nome, o acordo dos empregados da Petrobrás é coletivo e não individual como o golpe da contrarreforma trabalhista quer instituir para enfraquecer a categoria. O ACT tem validade até 2019 e é considerado o melhor acordo por outras categorias. Ele é fruto de muita luta e deve ser respeitado. 
Em reunião com a FUP, no dia 14/06, a gerência de RH aproveitou para apresentar um projeto de mudanças no atual PCAC. Onde tem a intensão de separar os trabalhadores apenas em duas carreiras: nível técnico (FazTudoNívelMédio) e nível superior (FazTudoNívelSuperior). A empresa está implantando este plano de forma unilateral, sem nenhuma negociação. A direção do Sindicato orienta que nenhum trabalhador aceite a negociação individual e assine o termo de adesão. Se com cargos definidos tem desvio de função, sem cargos definidos será o verdadeiro vale tudo. Será o retorno do “pode quem manda e obedece quem tem juízo. Resistir é preciso.

Rate this item
(0 votes)
Sindipetro Caxias

Desenvolvedor Web do Sindicato dos Petroleiros de Duque de Caxias

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Sindicato dos Trabalhadores na
Indústria e Destilação de
Petróleo de Duque de Caxias
Inaugurado em 26/03/1962