FUP e Sindipetros participam de Festival de Comunicação Sindical e Popular

A FUP e os sindicatos de petroleiros do Norte Fluminense e de Duque de Caxias participam nesta terça-feira, 24, do II Festival de Comunicação Sindical e Popular, organizado pelo Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC). O evento teve início pela manhã e prossegue até as 20h, na Cinelândia, tradicional local de manifestações populares no Centro do Rio de Janeiro. Os petroleiros estão expondo jornais, livros, folders e outros materiais sindicais relacionados às lutas da categoria em defesa do Sistema Petrobrás, do Pré-Sal e da soberania nacional.

O festival é também uma homenagem a Vito Giannotti, lutador da comunicação dos trabalhadores, que morreu em 24 de julho de 2015. Em sua homenagem, a data foi transformada em Dia Municipal da Comunicação Popular.

Realizado pela primeira vez no ano passado, o festival do NPC já entrou para o calendário oficial do estado do Rio de Janeiro.  “Nossa ideia é levar para a rua a produção da imprensa sindical, popular e alternativa no nosso país desde o início do século passado. Tudo organizado em barracas. Uma feira da Comunicação dos trabalhadores. E como se trata de comunicação do povo, de ecoar as vozes do morro, não há lugar melhor do que a Cinelândia”, explica Cláudia Santiago, coordenadora do NPC.

Esse ano, o Festival enfoca as manifestações de 1968, tempo de revolução dos costumes na Europa e de lutas contra as ditaduras no Brasil e na América Latina. A vereadora Marielle Franco (PSOL), uma das mais potentes vozes do morro em defesa dos trabalhadores, que foi covardemente assassinada em março, também está sendo homenageada. 

Confira a programação completa

10h – Abertura do Festival e da Feira da Comunicação Sindical e Popular
. Claudia Santiago, convidados e convidadas

. Apresentação do coral “A Voz da Luta”

11h – Roda de conversa sobre a resistência no Brasil em 1968: luta armada, contracultura e movimento operário

. Cid Benjamin
. Dulce Pandolfi
. Stanislaw Szermeta (50 anos da greve da Cobrasma, em Osasco)

12h – Roda de conversa: 1968, 50 anos depois
. Darlan Montenegro

13h30 – Apresentação teatral

14h – Aula pública: O pensamento de Che Guevara e Marighella nos acontecimentos de 1968

. Luís Eduardo Mergulhão

15h15 – Apresentação teatral (Carlos Maia)

17h – Roda de conversa: LIBERDADE DE EXPRESSÃO NAS FAVELAS CARIOCAS: Ontem e hoje

. Andre Morro da Formiga (Morro da Formiga)
. Julio Lacerda (Morro Jorge Turco)
. Diquinho (Complexo do Alemão)
. Gizele Martins (Conjunto de Favelas da Maré)
. Valeria Barbosa (Cidade de Deus)
. José Claudio Alves

18h30 – Show: Hip-hop – Funk
Com Ana Paula, Julião, Paulo Lacerda, Repper Fiell.

19h30 - Show: Lucio Sanfilippo

Realização: NPC - Núcleo Piratininga de Comunicação, Teia de Comunicação Popular do Brasil e Fundação Rosa Luxemburgo

[FUP, com informações do NPC]

Rate this item
(0 votes)
Sindipetro Caxias

Desenvolvedor Web do Sindicato dos Petroleiros de Duque de Caxias

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Sindicato dos Trabalhadores na
Indústria e Destilação de
Petróleo de Duque de Caxias
Inaugurado em 26/03/1962