Devido ao alerta de fortes chuvas na região do Rio e Grande Rio, a sede do Sindipetro Caxias fechará hoje às 14h.

A direção do sindicato ficará em plantão via celular para qualquer emergência.

O Sindipetro Caxias foi uns dos Sindicatos pioneiros a conseguir a Liminar na decisão de equacionamento da Petros para que fosse a instituição fosse impedida de realizar tal cobrança nos moldes praticados.
A decisão da 5ª Vara Cível de Caxias, determinou em abril de 2017 que a Petros não pudesse descontar nos moldes praticados no plano de equacionamento, por ser uma forma muito exorbitante.
Entretanto, tal medida só subsistiu por 1 mês, pois a decisão da 5ª Vara foi cassada, face ao Agravo impetrado pela Petros.


O Sindicato dos Petroleiros de Caxias, continua com a Tramitação do seu processo na 5ª Vara Cível de Caxias, a qual ainda carece de decisão em sentença, visto que só havia sido decidido a tutela em Liminar.
Em contrapartida, o Sindicato agora de forma individual, vem habilitando os trabalhadores de sua base, nas ações civis públicas proferidas aqui no Rio que reconheceram o equacionamento abusivo, e que conseguiram o êxito momentâneo do pleito.
O Sindipetro Caxias realizou a habilitação de mais de 120 pessoas, habilitando-as na ação Civil Pública que tramita na 11º Vara Cível da Capital. O Juiz solicitou ao Sindicato para que seja apresentada a Lista de Associados do Sindipetro Caxias no processo. A habilitacao da lista foi feita em 08/02/2019. Estamos aguardando a decisão do juízo quanto a extensão da decisão aos associados de Caxias.


O Sindipetro Caxias vem buscando meios jurídicos processualmente cabíveis para também garantir a não cobrança exorbitante aos seus associados. Realizando as habilitações individuais a outras ACP e formalizando um pedido de Uniformização de Jurisprudência, para que sobre o tema não incorra em decisões díspares, formando grupos difenciadis de direito, e que estão sob as mesmas condições de direito.

Com o objetivo de reduzir a frota e os custos com manutenção, a direção do Sindipetro Caxias está ofertando por 30 dias, dois veículos revisados e em ótimo estado de conservação.


Para participar, os associados ou empregados precisam colocar sua proposta num envelope lacrado, contendo um valor a partir do preço de cada veículo (disponível no site) identificado com nome, matrícula, unidade e telefones para contato.
Os envelopes deverão ser entregues na tesouraria ou secretaria do Sindipetro Caxias, na Rua José de Alvarenga, 553, Centro de Duque de Caxias, aos cuidados de Gilson ou Cardoso.


Ao final dos 30 dias serão aberto os envelopes e levará o carro aquele que ofertou o maior valor a partir do preço do anúncio e caso ninguém se interesse, será disponibilizado a venda para terceiros.
Não aceitaremos parcelamento, o pagamento deverá ser realizado através de transferências bancárias ou cheque, no qual somente após o valor em conta liberaremos o recibo do veículo.

 

VEÍCULOS À VENDA

GOL Vermelho, ano 2011, completo, todo revisado, tudo funcionando, garantia de 6 meses para motor e caixa.
Preço R$ 17.000,00, com pagamento à vista.

      

 

FOX Vermelho, ano 2013, completo, todo revisado, tudo funcionando, garantia de 6 meses para motor e caixa.
Preço R$ 24.000,00, com pagamento à vista.

      

 

Boa sorte!!!

 

A direção do Sindipetro Caxias realizou nas ultimas semanas, setoriais na REDUC para conversar com os trabalhadores do turno sobre a mudança do transporte por vans que ocorrereu no dia 01 de fevereiro, na saída do 7 X 15h.
São 26 vans da empresa Três Amigos e 4 carros - RTs, somando 30 linhas.


A participação dos trabalhadores em relatar ao Sindicato as dificuldades que forem surgindo é de extrema importância para que seja cobrado da gerência mais vans e melhorias do transporte.
A empresa precisa cumprir o que foi estabelecido, como lotação de 10 passageiros (mesmo tendo 15 lugares) nas vans e, superando esta lotação, a gerência terá que disponibilizar um carro (com ocupação máxima de 3 passageiros).
Também é preciso que o trabalhador fiscalize a real melhoria feita com as trocas dos assentos, como a questão da segurança e o conforto de quem viaja na van.


As trocas de turno entre os trabalhadores terão que permanecer ( 5 trocas por mês + 1 se estudante ) e não serão motivos de mudanças para se adequar ao novo transporte e sim o contrário.
Para isto, entre em contato com o Sindipetro Caxias pelo telefone 2672-1623 ou pelo WhatsApp 99663-9953.

 

Transporte seguro é lei e não vamos abrir mão

A mudança no transporte da Refinaria, de ônibus para van, chegou diante de um momento político de enfraquecimento das empresas estatais e o fortalecimento do privado.
Desde o golpe de 2016 já saíram mais de 20 mil trabalhadores próprios em toda Petrobrás. O estudo fajuto do O&M e os PIDVs tem colocado as fábricas em estado de alerta, pois não há trabalhadores suficiente nas unidades operacionais.
O treinamento dos trabalhadores novos são uma farsa. A Lei 5.811 garante um transporte para os turneiros. Resistiremos e cobraremos o transporte que não sacrifique a vida do peão. O sindicato continuará cobrando a gerência da REDUC pelo padrão de qualidade, conforto e segurança aos petroleiros.
É importante que todos se envolvam para que este transporte atenda a todos e brigaremos não entre nós, mas com o gerente que quer mudar.

A partir de segunda-feira, 17, a sede do Sindipetro Caxias entrará em recesso de final de ano. As atividades da secretaria retornam no dia 16 de janeiro. Excepcionalmente nesta sexta-feira (14), o sindicato fechará às 12h para confraternização dos empregados. Atividades externas como assembleias e reuniões acontecerão paralelamente. Lembrando que o recesso da assessoria jurídica acompanha o Poder Judiciário, retornando dia 05/02.


Em caso de emergência, os diretores deverão ser acionados via celular nos seguintes números:

Paulo Cardoso (21) 992936576;

Luciano Santos (21) 997797955;

Nivaldo Alves (21) 994391983;

João Moulin (21) 996988143;

Samuel Calixto (21) 992899563;

Simão Zanardi (21) 994396102.

No dia 03/12 a direção do Sindipetro Caxias esteve na REDUC para prestigiar os companheiros eleitos pelos trabalhadores para a gestão 2018/2019 da CIPA. Mais uma vez a direção parabeniza todos os eleitos e lembra a importância deste trabalho para a segurança e qualidade de vida dentro da refinaria nas realizações das tarefas diárias.

O diretor Luciano Santos após estar à frente do Sindipetro Caxias no período eleitoral até o início deste mês, em que o diretor Simão Zanardi teve como missão assumir a coordenação da Federação Única dos Petroleiros para que o petroleiro José Maria Rangel concorresse ao pleito de deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro, está retomando a secretaria geral do Sindicato.
Na última reunião da direção colegiada no dia 22, foi decidido que o diretor Paulo Cardoso assume interinamente a presidência do Sindipetro Caxias. Assim como Zanardi, Cardoso também é diretor da Federação Única dos Petroleiros.

Ação do Benzeno para petroleiros do TECAM

O Sindipetro Caxias ingressou com uma Ação Civil Pública para que seja declarado e devidamente reconhecido a exposição ao benzeno dos Trabalhadores da Transpetro – Terminal Campos Elíseos.

Tal ação é uma demanda previdenciária, para que o INSS reconheça a exposição ao gente benzeno.

Os trabalhadores do terminal estão expostos ao referido agente, e ainda não lhes é reconhecido o

Na noite do dia 16, o técnico de operação Francisco Pereira da Silva sofreu um acidente na REDUC, por volta das 23h.

O petroleiro de 53 anos de idade caiu da própria altura na U-2700, em piso irregular e escorregadio, ocasionando trauma na região do terço distal da perna esquerda.

Ele foi atendido pelo setor médico da re naria e encaminhado para hospital Caxias D’or, mas foi transferido para o hospital Barra D’or, ainda de madrugada, para exames de imagem. No dia 18, o companheiro passou por cirurgia e deverá car

referido direito, motivo da Ação Civil Pública.

O Sindipetro Caxias já teve a experiência de realização de ação similar na REDUC, sendo determinada a realização de perícia e constatado o agente benzeno em toda a re naria, porém ainda não foi proferida a sentença. Nesta mesma busca da tutela de integridade física do trabalhador e do alcance de sua aposentadoria especial ou da contagem de tempo especial.

 

Sindicato entra com ação contra a taxação do equacionamento da Petros

O Sindipetro Caxias ingressou com a Ação Coletiva de não incidência de Imposto de Renda sobre a cota extra da Petros.

O Pedido foi para o não desconto de ir sobre a parcela paga como contribuição extraordinária do plano de previdência complementar –

PETROS, face a natureza da referida verba.

Destaca-se que já se tem algumas decisões favoráveis, mas nada consolidado pelo STJ ou STF.

O Processo Tramita na 1a Vara Federal de Duque de Caxias sob o no 5004272- 96.2018.4.02.5118.

Em cumprimento ao que foi acordado com a FUP nas reuniões de acompanhamento do Acordo Coletivo e de negociação da quitação da PLR 2017, a Transpetro prorrogou até 31 de agosto de 2019 o estudo em conjunto com as entidades sindicais, visando a conversão do Adicional de Gasodutos em Adicional Técnico de Dutos. Nesta sexta-feira, 19, sete sindicatos da FUP assinaram o Termo Aditivo ao ACT 2017/2019, com as devidas alterações no Inciso III, Parágrafo 6º da Cláusula 4ª.

O documento foi assinado pelos sindicatos de Duque de Caxias, Rio Grande do Sul, Bahia, Piauí, Natal, Amazonas e Minas Gerais. Os demais sindicatos assinarão o Termo na próxima semana.

Com a renovação da cláusula, a FUP e a Transpetro terão tempo suficiente para concluir o processo de negociação, cujo prazo de validade havia se esgotado em 31 de agosto, sem um acordo entre as partes. Em abril, a negociação entrou em um impasse, após a subsidiária tentar impor aos técnicos a função de dirigir os carros utilizados em serviço, além de querer excluir do adicional os técnicos de segurança do trabalho, o que não teve concordância da FUP.

O diretor da FUP e do Sindipetro Duque de Caxias, Paulo Cardoso, que assinou o Termo Aditivo com procurações dos demais sindicatos, destacou que as entidades sindicais buscarão a equidade de direitos, para que o adicional contemple todos os técnicos que atuem nas malhas de gás e óleo. “É uma importante vitória dos trabalhadores nessa conjuntura difícil. Vamos buscar na negociação garantir o adicional para todos os companheiros da malha, sem restrições”, afirmou.

[FUP] 

 

No dia 26, aconteceu mais um encontro de pensionistas no Sindicato Ela tiraram dúvidas e trocaram experiências com nossa assessoria jurídica. A próxima reunião de aposentados e pensionistas será nesta terça-feira (2), às 10h.

---

A direção do Sindipetro Caxias esteve presente na comemoração de 35 anos de fundação da CUT Rio, no dia 26/09. O evento aconteceu no recém inaugurado espaço do MST, Armazém do Campo, na Lapa.

---

Rodada de setoriais com trabalhadores do turno e do administrativo da REDUC, TECAM e UTE-GLB, tratou de assuntos de interesse da categoria como PCR, PETROS e PLR.

Page 1 of 4

Sindicato dos Trabalhadores na
Indústria e Destilação de
Petróleo de Duque de Caxias
Inaugurado em 26/03/1962