O Flare que cospe fogo

11 Dec 2017
277 times

O incêndio próximo a base do Flare (F-5801), ocorrido no dia 28 setembro, foi devido a uma rápida despressurização de propano da U-1790, em função da SE-260 (SubEstação) ter desenergizado os alimentadores 73 e 83 que alimentam a unidade descartando um grande volume com vazão de 330 Ton/h acima do esperado para uma linha de Flare com capacidade limitada.
Há alinhamentos que interligam os Flares existentes na Refinaria, mas com a redução do efetivo de operadores, em especifico na TE/ML, não foi possível fazer o alinhamento para outro Flare em tempo hábil. O fogo propagado na base do Flare poderia ter sido evitado se a gestão da REDUC mantivesse o número de operadores de antes de aplicar o O&M e também realizasse a capina mensalmente em suas bases. A direção do Sindicato orientou a GG para construir uma base de concreto nos Flares com canaletas em seu entorno, garantindo o isolamento dos líquidos e de potenciais incêndios, facilitando a atuação da brigada no local. Mas do jeito que está, quando ocorrer excesso de líquidos para as tochas e vazarem para o chão o fogo se espalhará consumindo o mato. Outra medida necessária deve ser melhorar os pontos de combate ao incêndio, pois não existem hidrantes suficientes.
Sobre o incêndio ocorrido em um canteiro com muito mato no dia 17 de novembro, entre o Flare, a U-1620 e a U-1630. A desculpa foi a irradiação da chama do Flare, somado com mato seco, que ocasionou o incêndio na rua 9A. Difícil de acreditar que uma chama a mais de 30 metros de altura pode ocasionar tal estrago em um local 70 metros de distância da base. Se for assim, os trabalhadores desta área serão torrados por esta lógica surreal da gestão da REDUC.

Rate this item
(0 votes)
Sindipetro Caxias

Desenvolvedor Web do Sindicato dos Petroleiros de Duque de Caxias

More in this category: « Efetivo Incêndio U-4100 »

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Sindicato dos Trabalhadores na
Indústria e Destilação de
Petróleo de Duque de Caxias
Inaugurado em 26/03/1962