Dois anos sem Cabral Featured

06 Feb 2018
74 times

No dia 31/01 a REDUC amanheceu mais uma vez em luto. São dois anos da morte do companheiro Cabral, vítima do descaso gerencial. A direção do Sindipetro Caxias entregou, neste dia, um ofício à gerência da REDUC, pedindo respeito à família do companheiro. Desde sua morte a família luta na justiça para que sejam responsabilizados os culpados, mas nada foi feito até hoje. Na ação, o filho de Cabral pede uma quantia simbólica de 500 mil reais, onde a Petrobrás disse que paga apenas 80. Se Cabral tivesse saído no PIDV, receberia muito mais do que seu filho pede na justiça. Quanto vale a vida de um petroleiro? “Não queremos dinheiro, queremos justiça e segurança para trabalhar”, afirmou Simão Zanardi, presidente do Sindipetro Caxias durante o ato realizado no Arco da REDUC.
Em um movimento histórico, os trabalhadores do turno organizaram um corredor para receber os trabalhadores do Horário Administrativo e lembrá-los que também correm risco de vida dentro da Refinaria.

Last modified on Tuesday, 06 February 2018 14:01
Rate this item
(0 votes)
Sindipetro Caxias

Desenvolvedor Web do Sindicato dos Petroleiros de Duque de Caxias

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Sindicato dos Trabalhadores na
Indústria e Destilação de
Petróleo de Duque de Caxias
Inaugurado em 26/03/1962